Buscar
  • William Salles

10 dicas essenciais que todo Técnico em Segurança DEVE saber



Profissionais bons e ruins existem em qualquer profissão. E com profissionais de segurança do trabalho não é diferente.​​​ Para você se destacar como um bom técnico em segurança do trabalho é necessário ter alguns atributos.


Embora algumas pessoas tenham naturalmente o perfil desejado, com um de pouco esforço qualquer pessoa poderá também se destacar como um excelente técnico em segurança do trabalho.​​


Neste artigo irei apresentar quais características as empresas buscam em um técnico em segurança do trabalho e o que você deve fazer para se tornar uma referência no mercado.



​- VEJA TAMBÉM O MELHOR GUIA PARA PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA DO TRABALHO -

​​Dica #1 Esteja sempre se atualizando


O conhecimento é uma poderosa “arma” para o técnico em segurança do trabalho que deseja se manter ativo no mercado.

​​

Conhecer técnicas, procedimentos, leis e normas é fundamental para garantir que medidas adequadas de segurança sejam implementadas.


Para isto, não adianta apenas comprar um livro de NRs e botá-lo “embaixo do braço”. É necessário buscar a cada dia novos conhecimentos sobre segurança do trabalho.​

Lembre-se de que você está trabalhando com vidas e o conhecimento é o caminho mais importante para garantir a segurança e saúde das pessoas.​

Além disso, mesmo com a crise em que o Brasil está passando, as ofertas de emprego para técnicos em segurança do trabalho ainda são muitas. Entretanto, as empresas concedem as oportunidades para os profissionais que estão mais bem capacitados.

Veja a reportagem do Jornal Nacional do dia 18/10/2016 que comprova isso.

Um dos objetivos deste site é deixá-lo sempre informado sobre as principais notícias de segurança do trabalho no Brasil e no Mundo, transmitindo o conhecimento técnico necessário para torná-lo um profissional mais preparado e qualificado no mercado.

Embora o conhecimento seja importante, ele não é único fator que o fará se destacar em meio aos demais.

​​

Dica #2 Conheça muito bem a empresa em que trabalha


Antes de aceitar uma proposta de emprego, avalie como a segurança do trabalho é tratada na empresa. Se ela investe em segurança ou se faz apenas o mínimo necessário. Se a empresa se enquadra mais na segunda opção, recomendo você a pensar bastante antes de aceitar a oferta de emprego. É bem provável que você terá muitos desgastes em sua rotina.​

Independente de qual empresa seja, é fundamental conhecer bem o ramo em que ela atua, pois você precisará identificar as exigências legais a serem cumpridas, e garantir que as ações sejam tomadas.​

Conheça também tudo o que a sua empresa faz. Tanto as atividades rotineiras quanto as não rotineiras. Gaste um certo tempo apenas observando os trabalhos que são desenvolvidos e pergunte tudo a todos para entender como as coisas funcionam.

​​

Isto deve ocorrer assim que você for admitido na empresa. Este trabalho inicial de “fuxicar” ajudará bastante na compreensão dos riscos de acidentes que existem no ambiente de trabalho e consequentemente fará com que você tome melhores decisões para prevenir acidentes.

​Dica #3 Crie bons relacionamentos

Procure manter um clima agradável com as pessoas, tanto com os seus superiores quanto com os trabalhadores da operação. Ser um bom ouvinte, por exemplo, o ajudará a criar laços de confiança que facilitará bastante o seu trabalho.

​​

Analise o perfil dos seus colegas de trabalho. Isto o ajudará a definir a forma como você se relacionará com as pessoas. Respeite os limites de cada um.

Dica #4 Seja persuasivo – Evite conflitos


Não tente convencer ninguém no grito. Caso você se depare com diferentes opiniões sobre determinado assunto, utilize argumentos técnicos e bem fundamentados para convencer as pessoas do seu ponto de vista. Não adote uma postura de “policial” intransigente, pois você só perderá com isso.

​​

Ouvir a opinião das outras pessoas é muito importante, pois ninguém é dono de todo o conhecimento e certamente você ainda têm muitas coisas a aprender, independente da sua experiência.

​​

Portanto, tenha sabedoria em aceitar posições contrárias às suas.

Dica #5 Seja produtivo


Evite distrações durante o horário de trabalho, como por exemplo, checar o Facebook e o Whatsapp.

Fique sempre atento ao que está acontecendo na área operacional da empresa.

O seu foco é trabalhar na prevenção de acidentes. Portanto, ao menor sinal de que algo de errado possa ocorrer, aja para que o acidente não se concretize.

Não espere ser demandado. Pelo contrário, busque sempre trabalho para si! Os profissionais que mais se destacam são aqueles que estão sempre se envolvendo nas atividades e procurando ajudar as outras pessoas.

​​

Crie um canal aberto de comunicação com os trabalhadores. Através deste canal chegarão ao seu conhecimento situações que até então você ainda não havia percebido sozinho.​

Dica #6 Dê o exemplo


Não negligencie a sua própria segurança. Use os EPIs onde for obrigatório e respeite todas as regras de segurança. Todo profissional de segurança é muito visado. Qualquer descuido será motivo de apontarem o dedo para você.

​​

Atitudes como beber em excesso e fumar podem não fazer bem para a sua imagem. Este é um tema polêmico, pois muitos colegas não concordam.


Entretanto, será muito difícil você convencer alguém de que ela deve se preocupar com a própria saúde, sendo que você não está demonstrando que está se preocupando com a sua.​


Dica #7 Seja Organizado


Programe-se para elaborar todos os documentos necessários à sua empresa. PPRA, PCMAT, ficha de entrega de EPI, registro do SESMT, etc.

​Liste todas as tarefas a serem realizadas e priorize as mais importantes. Planejar o tempo é crucial para que você não se perca em meio a tantas demandas. Não se esqueça de estipular prazos para concluí-las.​


Dica #8 Cuidado com o Português


Não é esperado que um profissional com formação técnica ainda cometa erros básicos de português em e-mails, relatórios e apresentações.

​​

Para ajuda-lo, estou compartilhando com você um infográfico sensacional que mostra os 80 Erros gramaticais mais comuns.

Dica #9 Conheça um pouco de informática


Um fator essencial para a maioria dos técnicos de segurança é o conhecimento básico em informática. Redigir relatórios no Word, planilhar dados no excel, gerar gráficos e elaborar belas apresentações no Power Point não se aprende sozinho do dia para a noite.​​


Dica #10 Não se preocupe se você tem dificuldades de falar em público


Momentos onde é necessário falar em público são muito comuns na rotina do técnico em segurança do trabalho. Isto ocorre desde a realização de um DDS – Dialogo Diário de Segurança até a realização de uma apresentação para a SIPAT.

​​

Outra dica importante para falar bem em público é ser o mais objetivo possível, sem dar muitas voltas para chegar onde você quer. Lembre-se também que o linguajar a ser utilizado deve ser condizente com o perfil das pessoas envolvidas.

​​

Se você ainda não se sente seguro para falar em público, fique tranquilo, pois é com a prática que você se sentirá mais a vontade. Eu mesmo sempre tive pavor de falar em público, porém, hoje em dia realizo apresentações para o alto escalão da Petrobras de forma tranquila.


CONCLUSÃO

Se você já atua como técnico em segurança do trabalho, busque sempre se atualizar. Trazer ideias diferentes e inovadoras para sua empresa e contribuindo para a segurança das pessoas. Isso fará com que você se destaque profissionalmente.​

​​

A mesma dica serve para quem está iniciando na profissão. Nunca deixe de estudar e ler sobre segurança. Isto também o ajudará a se manter no mercado e a desenvolver uma carreira de sucesso.


​- VEJA TAMBÉM O MELHOR GUIA PARA PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA DO TRABALHO -


Espero que tenha gostado.


Fique por dentro das novidades do site. Comente sobre este artigo e inscreva-se.


Você também pode compartilhar este artigo nas redes sociais:


1,058 visualizações